Taquara, Rolante e região

Há uma região para a qual o site contém vários mapas, muitos deles se superpondo e com variados graus de detalhes. Trata-se de região que inclui Taquara e toda área a Nordeste desta cidade, indo para o Norte até a Serra Geral e para Leste até Maquiné.

Mapa vetorizado

Para esta região há um mapa vetorizado, denominado Taquara. Este mapa foi construído por Otavio Boni Licht, tendo como base principalmente o primeiro dos mapas antigos a seguir:

  • Prefeitura Municipal de Taquara. Planta do município de Taquara. Apresentado em observância ao Decreto 720 de 29 de Dezembro de 1944. Escala 1:200.000. 1946 (digitalizado como RS- Taquara – 1946)
  • José Adriano Flesch. Planta do Município de Rolante. Lei nº 2527 de 12/12/1954. Escala 1:50.000. Aratinga. 20/03/1963. (digitalizado com RS – Rolante – 1954)
  • Planta Colônia do Mundo Novo. Terras colonizadas por Tristão José Monteiro, situadas no município de Taquara. Medição efetuada por Eugênio Dupasquier. Escala 1:31.600. sem local. (digitalizado como RS – Mundo Novo)
  • José Ebling. Planta da Colônia Três Forquilhas – 2ª Secção Três Forquilhas. Município de Torres. Area total 26.166.000 m². Escala 1:10.000. 1944. Desenho por João Moravsky Itapeva 8/11/1945.
  • Colônia Três Forquilhas. Secção Três Forquilhas. Município de Osório. Secretaria da Agicultura, Indústria e Comércio. Diretoria de Terras e Colonização. Inspetoria de Terras do Leste. Escala 1:10.000. 1942.
  • Mario Machado Cardoso. Planta Geral do Vale do rio Três Forquilhas. Secretaria da Agicultura, Indústria e Comércio. Diretoria de Terras e Colonização. Inspetoria de Terras do Leste. Escala 1:50.000. Três Forquilhas 27/12/1941. Planta T 123.

Mapas digitalizados

Os mapas digitalizados para esta região são os seguintes:

  • RS – Mundo Novo
    Mapa da Colônia Mundo Novo de Tristão Monteiro situada nas margens do Rio Paranhama, ao Norte de Taquara. Os lotes estão demarcados, mas não há nomes de proprietários. O mapa é bastante preciso e me foi fornecido por Otavio Boni Licht.
  • RS -Três Coroas – 1959
    Este mapa de 1959 inclui a área coberta pelo mapa precedente, mas abrange uma área bem maior, incluindo também a região do Rio da Ilha e seus afluentes, subindo até a Serra Geral. Na margem esquerda do Rio Paranhama, onde ficava a Colônia de Mundo Novo de Tristão Monteiro e na região de Três Coroas, os lotes estão demarcados.  
    No restante do mapa, estão demarcadas picadas e grandes propriedades. Para estas últimas, está indicado o nome do sesmeiro original de 1820/1821 ou, no caso de nomes alemães, o nome de segundos-proprietários que compraram a propriedade dos sesmeiros originais.
    Este mapa foi disponibilizado por Germano Noll e fazia parte da mapoteca de José Adriano Flesch (vide postagem correspondente).
  • RS – Gramado – 1936
    Pequeno mapa que mostra a cidade de Gramado em 1936. Este mapa igualmente foi disponibilizado por Germano Noll e fazia parte da mapoteca de José Adriano Flesch (vide postagem correspondente).
    José Adriano Flesch era proprietário de terras na cidade. Ele assinalou suas propriedades no mapa, juntamente com a localização de sua residência.
    Além de mostrar o traçado das ruas e da via férrea, o mapa mostra a localização da igreja e de alguns prédios públicos. 
    Na época, devido ao clima mais frio e ao acesso por via férrea, Gramado era uma estação de veraneio, o que é indicado pelos vários hotéis que aparecem no mapa (Sperb, Fisch, Candiogo e Bertolucci), e já prenunciava a vocação turística da região.
  • RS – Rolante – 1954
    Este mapa cobre a região a Leste dos mapas de Mundo Novo e Taquara acima listados.
    Na região que vai de Rolante até Maquiné, o mapa é bem detalhado, mostrando picadas e lotes. Mais para o Norte, próximo a São Francisco de Paula são mostradas picadas sem detalhamento de lotes bem como grandes propriedades.
    Em geral, o mapa é preciso em relação à realidade, exceto na região próxima a Maquiné. Nesta região foi necessário distorcer o mapa para adequar-lo ao mapa atual.
    Esse mapa me foi passado por Otavio Licht, em alta resolução. Igualmente foi disponibilizado por Germano Noll e fazia parte da mapoteca de José Adriano Flesch (vide postagem correspondente).
  • RS – Taquara – Nordeste
    Mapa da região Nordeste de Taquara. Cobre uma área menor que a do mapa precedente. Mostra grandes propriedades e seus proprietários. Não são mostradas colônias. Os nomes de alguns proprietários, como Jacob Diefenthaeler e João Schmitt, indicam tratar-se da época entre 1860 e 1890. Mapa obtido por Otavio Boni Licht.
  • RS – Taquara – 1946
    Mais um mapa cobrindo o município de Taquara. O mapa é de 1946 e foi obtido por Otavio Boni Licht.
    Trata-se de um mapa menos fiel à realidade e obtido em baixa resolução, o que prejudica a aproximação. Em três áreas, Leste de Nova Petrópolis, Sul de Taquara e Sul de São Francisco de Paula, mostra o detalhamento em lotes, mas estes não estão numerados.
  • RS – Caraá
    Mapa da Picada Caraá e picadas adjacentes. O mapa não está datado, mas deve ser da primeira metade do Século XX, quando atuava o Agrimensor José Adriano Flesch, seu autor.
    Parece bastante fiel à realidade e está em alta resolução, o que permite boa aproximação. Mostra picadas e lotes, que estão numerados. Não contém nomes de proprietários.
    Mais um mapa disponibilizado por Germano Noll. Fazia parte da mapoteca de José Adriano Flesch (vide postagem correspondente).
  • RS – Santo Antônio da Patrulha – 1949
    Cobre o município de Santo Antônio da Patrulha em 1949, indo até o início da Serra Geral.
    Este é o maior dos mapas descritos nesta postagem.
    Mostra picadas, sem divisão em lotes, juntamente com grandes propriedades. Para estas últimas, está indicado o nome do sesmeiro original de 1820/1821 ou, no caso de nomes alemães, o nome de segundos-proprietários que compraram a propriedade dos sesmeiros originais.
    Este mapa foi disponibilizado por Germano Noll e fazia parte da mapoteca de José Adriano Flesch (vide postagem correspondente).