São Leopoldo

A Colônia de São Leopoldo, colônia governamental na qual começou a imigração alemã no RS, aparece em dois mapas:

O mapa vetorizado São Leopoldo cobre toda a colônia contendo 1.707 lotes. Para 674 destes lotes (quase 40% do total) há proprietários cadastrados.

O mapa vetorizado foi construído a partir do seguinte mapa:

  • Ernst Müzell e Adalbert Jahn. Planta topográfica de uma parte do município de São Leopoldo. 1:75.000. 1870.

Os proprietários foram levantados nos seguintes códices disponíveis no Arquivo Histórico do RS:

  • [C362] Livro Terceiro do Registro de Títulos das Picadas de Dois Irmãos, Feliz, Schwaben Schneitz, Bom Jardim, Café, Erval, Hortêncio, Linha Nova, Travessão do Erval e Padre Eterno (antigo nº24) – Contem Índice e Recibos (1869-1889)
  • [C363] Livro Segundo de Registro de Títulos. Picadas dos 14, Dois Irmãos, Feliz, Schwaben Schneitz, Bom Jardim, Café, Erval, Hortêncio, Linha Nova e dos 48. (antigo nº45) – Contém Índice (1869)

O mapa de Müzell usado na vetorização, muito preciso e bonito, também está no site na forma do mapa digitalizado RS – São Leopldo – 1870.

Outras fontes consultadas:

  • Códice C-332 – Censo das Colônia Alemã de São Leopoldo. Daniel Hillebrand. 1848. Publicado na forma de livro: Povoadores Alemães do Rio Grande do Sul – 1847 – 1849, Otávio Augusto Boni Licht, Edições EST, Porto Alegre,  2005.
  • Códices C362, C363, C389, C385 e C390, apud Flores, H.A.H., Flores, M. Picada Café. Porto Alegre: Nova Dimensão. 1996