Mapas vetorizados

Os mapas vetorizados disponibilizados no site são fruto do trabalho de dois pesquisadores:

Otavio Boni Licht

Os mapas das colônias italianas (Alfredo Chaves, Antônio Prado, Bento Gonçalves, Caxias, Garibaldi e Guaporé), das colônias alemãs de São Leopoldo, Nova Petrópolis e Santa Cruz, bem como das colônias Barão de Santo Angelo, Philippson, Montenegro, Silveira Martins e Taquara são resultado das pesquisas de  Otávio Boni Licht (Doutor em Geologia, professor universitário e genealogista com importantes trabalhos publicados). Otavio compilou e digitalizou mapas antigos das colônias alemãs e italianas do RS.

O saudoso Frei Rovílio Costa foi um dos incentivadores e principais colaboradores, cedendo um mapa de integração das colônias italianas originalmente publicado na Itália. 

Foi um trabalho demorado, que exigiu digitalizar diretamente no monitor, o contorno de cada lote na posição geográfica mais precisa possível, já que a entrada eram mapas antigos. Depois disso, foram agregadas as informações do nome da colônia, linha ou travessão ou picada, zona e número a cada lote.

Finalmente, a partir da digitação de livros e registros de colonos, foram incorporados os nomes de proprietários e as respectivas informações de posse. 

Neste trabalho foram levantados 24.208 lotes. Para 15.171 deles foi possível identificar proprietários, que formam um banco de dados com 16.174 pessoas.

Este conjunto de mapas e proprietários constituiu a primeira versão deste site.

Lauri Valdemar Krug

Há anos, o pesquisador Lauri Valdemar Krug vem levantando proprietários e mapas das colônias alemãs ao Norte de Montenegro.

A abordagem de Lauri Krug foi diferente daquela adotada por Otavio Licht. Enquanto Otavio partiu de mapas antigos existentes, na falta destes, Lauri partiu diretamente dos registros das terras. A partir da descrição de cada lote e usando seu conhecimento da região, em um trabalho minucioso, foi criando o contorno de cada lote e registrando seus proprietários em um banco de dados.

Estes dados estão sendo gradativamente adaptados ao formato do site. Um primeiro resultado é o mapa vetorizado da colônia de Maratá.

Além do mapa propriamente dito, Lauri também compilou um breve histórico da área da Colônia Maratá entre 1814 e 1858.