Mapas de Blumenau publicados

Conforme mencionado em postagens anteriores, o pesquisador Bruno Kadletz me passou vários mapas de colônias de Santa Catarina.

Entre eles, estavam os mapas da Colônia de Grão Pará, já carregados no site, conforme explicado na postagem correspondente.

Agora, terminei o geoprocessamento e carreguei no site os mapas referentes à Colônia de Blumenau, que igualmente me foram repassados por Bruno. Ele fez cópias em excelente resolução, o que permite um bom nível de aproximação (zoom) ao visualizar os mapas.

Foram publicados quatro mapas dessa região:

  • Blumenau – 1864
    Este mapa é de 1864, portanto, dos primeiros tempos da colônia.
    O mapa é bem menos preciso que o mapa de 1872. A parte mais a Oeste parece estar incorreta. 
    Além disso, tive dificuldades no georreferenciamento deste mapa. Os principais pontos de referência são os limites dos lote, já que as margens dos rios e arroios e as estradas podem ter se movido ao longo do tempo. Os lotes são difíceis de encontrar no mapa atual, pois a região é basicamente urbana ou então coberta de mata.
    Resumindo, o mapa não tem aspiração de ser preciso, servindo para uma localização aproximada dos lotes.
  • Blumenau – 1872
    Este mapa é mais recente (1872) que o precedente. Ele foi confeccionado pelo Eng. Emílio Odebrecht, o mesmo que fez o mapa de Grão Pará.
    O mapa é bem mais fiel à realidade. Me parece que consegui um georreferenciamento bem melhor que o do mapa precedente.
  • Blumenau – Cidade – 1864 e Blumenau – Cidade – 1872 são dois pequenos mapas detalhando a parte referente à cidade de Blumenau propriamente dita (chamada de Stadtplatz nos mapas). Estes dois mapas estavam inseridos dentro dos dois mapas precedentes.

Em todos os mapas de Blumenau, os lotes estão numerados mas não há nomes de proprietários. Proximamente, devo receber uma relação de proprietários e publicá-la no site. Quando isso ocorrer, farei uma nova postagem.

Uma curiosidade é que a numeração dos lotes é diferente nos dois mapas (de 1864 e de 1872). Como não pesquiso a região, não tenho uma explicação para o fato.

O vídeo a seguir apresenta os quatro mapas: